Destaques › 24/02/2016

Baía Formosa concretiza sonho de se tornar Paróquia

Na ocasião, Dom Jaime deu posse ao Pe. Eliano Firmino, primeiro administrador paroquial (Foto: Cacilda Medeiros)

Na ocasião, Dom Jaime deu posse ao Pe. Eliano Firmino, primeiro administrador paroquial (Foto: Cacilda Medeiros)

“A realização de um sonho”. Esta foi a expressão mais pronunciada pela comunidade católica de Baía Formosa, na noite do último dia 19, por ocasião da criação da Paróquia de São Pedro Pescador. A celebração foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha, e concelebrada por vários sacerdotes, com a participação de dezenas de fiéis. Na oportunidade, o Arcebispo deu posse ao primeiro Administrador Paroquial: Padre Eliano Firmino Silvestre, FSA.  É a primeira paróquia da Arquidiocese entregue aos cuidados dos Filhos de Santana.
A costureira Fátima Vieira acompanhou de perto, há mais de 10 anos, a construção do templo, que se tornou a Igreja Matriz de São Pedro Pescador.  “O trabalho de construção da Igreja foi muito interessante, com o empenho de toda a comunidade. Foi um trabalho feito em mutirão”, lembra. Para Edson Silva, integrante da Pastoral da Juventude, a criação da Paróquia é a concretização de sonho, alimentado, por muito tempo, pela comunidade. “Participar da celebração de criação dessa paróquia, parece um sonho. Quantas vezes sonhávamos e também, por momentos, perdíamos a esperança, que um dia nossa comunidade se tornasse paróquia”, diz o jovem.
Na homilia da missa, Dom Jaime destacou o trabalho realizado por tantas pessoas, na comunidade. Ele lembrou as Servas do Imaculado Coração de Maria. “Foram muitos anos atuando na catequese, sendo presença, trabalhando para o reino de Deus, nessa comunidade”, disse o Arcebispo. Ele também enfatizou o carisma dos Filhos de Santana, lembrando que eles estão presentes nas comunidades mais distantes, como é o caso da Área Pastoral de Nossa Senhora da Assunção, nos Guarapes, em Natal.
O Padre Eliano Firmino está residindo em Baía Formosa há mais de um ano e, neste período, se incumbiu de preparar a comunidade para ser Paróquia. “Nesse período, a comunidade veio se preparando com oração, trabalho e compromisso. Isso fez com que, agora, pudéssemos nos tornar paróquia”, comentou. Ele diz ter consciência da responsabilidade que é ser o primeiro administrador da Paróquia. “É uma alegria muito grande, mas também sei que é grande responsabilidade. É a primeira paróquia que a Arquidiocese confia aos cuidados dos Filhos de Santana”, destaca o Padre.
A Paróquia de São Pedro Pescador foi desmembrada da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Canguaretama.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.