Destaques, Notícias gerais › 24/02/2015

CF 2015 é apresentada à imprensa potiguar

Na foto, da esquerda para a direita: Pe. Antônio Teixeira, pároco de Felipe Camarão; Pe. João Nascimento, coordenador arquidiocesano de Campanhas; Dom Jaime Vieira Rocha, arcebispo metropolitano de Natal; e o padre Francisco Lucas, coordenador do 4º zonal - FOTO: Luiza Gualberto

Na foto, da esquerda para a direita: Pe. Antônio Teixeira, pároco de Felipe Camarão; Pe. João Nascimento, coordenador arquidiocesano de Campanhas; Dom Jaime Vieira Rocha, arcebispo metropolitano de Natal; e o padre Francisco Lucas, coordenador do 4º zonal – FOTO: Luiza Gualberto

A Arquidiocese de Natal apresentou à imprensa potiguar, na manhã desta terça-feira (24), as ações da Campanha da Fraternidade 2015, cujo tema deste ano é “Fraternidade: Igreja e sociedade” e lema “Eu vim para servir (Mc 10,45)”. Entre as atividades previstas, em nível de Arquidiocese, estão a missa de lançamento, na Escola Veríssimo de Melo, no bairro Felipe Camarão, em Natal, às 09h, além de sessão solene na Assembleia Legislativa, no dia 06 de março e na Câmara Municipal de Natal, no dia 17, ambas às 10h. Estiveram presentes na coletiva, o arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, o coordenador arquidiocesano de Campanhas, o padre João Nascimento e os padres Francisco Lucas e Antônio Teixeira, coordenador do 4º zonal e pároco da Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora, no bairro Felipe Camarão, respectivamente, representando o local escolhido para a missa de abertura.

De acordo com o arcebispo, Dom Jaime, a proposta da CF 2015 é aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo com a sociedade. “A Igreja sempre esteve inserida na realidade social, dialogando o com o povo. A proposta deste ano nos chama a atenção para o aprofundamento das relações da Igreja com a sociedade. Podemos citar como exemplo, a iniciativa da reforma política, proposta pela CNBB”, destaca.

Segundo o padre João Nascimento, o bairro de Felipe Camarão foi o local escolhido para o lançamento da Campanha, em virtude do trabalho social que desenvolve junto ao povo. “Lá, a Igreja tem uma atuação significativa, principalmente no que diz respeito à promoção humana”, diz. Ainda de acordo com o sacerdote, desde o ano passado a Arquidiocese de Natal, em parceria com entidades da sociedade civil organizada, formaram uma equipe, no sentido de combater e propor um debate sobre as situações e problemas enfrentados pela sociedade atual. “Como a CF do ano passado tratou sobre a questão do tráfico humano, pensamos em unir forças para dialogar sobre as mazelas enfrentadas pelo povo na atualidade e intitulamos de “Rede pela vida”. Tivemos uma forte atuação durante a realização da Copa do Mundo, em Natal, no ano passado, e permanecemos com encontros periódicos, com o objetivo de buscar soluções para os problemas sociais”, pontua. Em nível nacional, a Campanha da Fraternidade foi lançada no último dia 18 de fevereiro, quando a Igreja viveu a celebração da quarta-feira de cinzas e início do período quaresmal.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.