Notícias › 05/08/2014

Curso prepara lideranças para atuar com a juventude nas dioceses

juventudeCom a proposta de oferecer capacitação para agentes que atuam em atividades com a juventude nas dioceses, o curso em modalidade à distância é organizado pela Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB e terá duração de três meses, com início em setembro. As inscrições estão disponíveis no site dos Jovens Conectados.

Em janeiro de 2015, a etapa presencial será de sete dias, no formato seminário, em Brasília (DF). Serão abordadas diferentes temáticas, entre elas vocação, espiritualidade, afetividade e sexualidade, projeto pessoal de vida, Palavra de Deus, mídia, cidadania. Além disso, o evento será uma oportunidade para troca de experiência entre os participantes. O curso é reconhecido como Extensão pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Paraná.

Público-alvo

Nesta primeira etapa, podem participar pessoas acima de 24 anos, que sejam lideranças diocesanas engajadas na evangelização da juventude, consagrados e leigos que exercem serviço entre os jovens nas dioceses, novas comunidades, movimentos, pastorais e congregações religiosas, como também catequistas de crisma. No próximo ano, serão abertas novas vagas para outros assessores e interessados no trabalho com juventude.

Formato do curso

A primeira etapa online do curso (EAD) será constituída de leituras e reflexões de textos disponibilizados no site. Posteriormente, os cursistas participarão de seminário presencial, no período das férias de janeiro de 2015. Esta fase consistirá no aprofundamento dos temas, trabalhos em grupos, oficinas e trocas de experiências. O curso é motivado a partir das orientações do Documento 85 da CNBB “Evangelização da Juventude – desafios e perspectivas pastorais”. De acordo com Comissão, há necessidade de capacitar adultos para acompanhar adolescentes e jovens, após os frutos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Brasil.

Informações: cepj.cursos@gmail.com ou www.jovensconectados.org.br 

Com informações da Comissão para a Juventude. 

Fonte: www.cnbb.org.br

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.