Notícias › 03/12/2015

Encontro de Educadores provocou desafios e proposta de Educação Contextualizada

Encontro, promovido pelo SEAPAC,  realizado em Caicó, dias 26 e 27 de novembro (Foto: José Bezerra)

Encontro, promovido pelo SEAPAC, realizado em Caicó, dias 26 e 27 de novembro (Foto: José Bezerra)

“Uma aula de campo vale por muitos quadros de giz. Fomos conhecer a nascente do Rio Potengi, que nasce no nosso município e deságua no mar, em Natal. Aproveitamos para fazer um piquenique, com alimentos e produtos da nossa região e falamos de segurança alimentar e nutricional”, narraram educadores de escolas rurais de Cerro Corá, região serrana do RN, ao falarem sobre a experiência de Educação Contextualizada.
Outros educadores destacaram a importância da formação. “Surgiram novas visões e novos conhecimentos. Tratamos de assuntos como agricultura familiar, alimentação, conhecemos o funcionamento das cisternas e isso tudo provocou uma revisão no Plano Curricular”, comentou outro grupo. “A formação em Educação Contextualizada provocou um reflexão sobre a nossa realidade e nos deu novos ânimos; vamos rever a nossa prática pedagógica”, contou outro grupo.
A educadora de uma das escolas de Jardim do Seridó, no povoado Currais Novos, se surpreendeu numa aula de campo, quando constatou que alguns alunos conheciam coisas de outros países e outras regiões, porque a escola tem Internet, mas não sabiam o nome de plantas e árvores do lugar onde residem. “Eles não conheciam árvores do bioma caatinga, como o juazeiro e a faveleira e outros aspectos da região”, disseram.
As experiências foram contadas durante o Encontro, realizado dias 26 e 27 de novembro, em Caicó, com mais de cem educadores das 83 escolas que conquistaram as cisternas do Projeto Cisterna nas Escolas, em dez municípios das regiões Trairi e Seridó. O encontro foi coordenador pelo Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários (SEAPAC).

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X