Voz do Pastor › 29/11/2019

Tempo do Advento: o Senhor está para chegar

Queridos irmãos e irmãs!

No próximo domingo, 01 de dezembro, iniciaremos um novo Ano Litúrgico. Ele começa no 1º Domingo do Advento e se conclui na Solenidade de Cristo Rei, em 2020, no dia 22 de novembro.

Advento significa “espera”, “chegada”, “aproximação”. Celebramos neste tempo a vinda do Filho de Deus, a Encarnação do Verbo divino: Gl 4,4-6. Com o tempo do Advento acontece a nossa preparação para a celebração da grande festa do Natal.

Com a vinda do Filho de Deus, que por amor nos foi dado e entregue pelo Pai para a nossa salvação (cf. Jo 3,16), tudo se renova e tudo encontra sentido e consistência. Estamos para celebrar o acontecimento da vinda do Salvador, o evento que nos traz uma Pessoa divina que se torna homem, que assume a nossa humanidade. Este é o acontecimento mais importante da Economia da Salvação, isto é, em Jesus Deus se nos autocomunica. Ele é a manifestação da comunhão divina e possibilita com seu ensinamento, seu Evangelho, sua paixão, morte e ressurreição, a entrada da humanidade na comunhão divina. Eis a síntese da salvação: Deus torna possível ao homem a resposta de amor. Em Cristo, Deus se faz presente, e mais, Deus se torna homem, o Criador se torna criatura.

De 17 a 23 de dezembro daremos início à preparação mais próxima do Natal do Senhor. A Igreja se aproxima da grande celebração do nascimento do Salvador, Jesus Cristo, Filho eterno do Pai. Ele é a nossa grande esperança, é a Sabedoria do Altíssimo, o Guia de Israel, a Raiz de Jessé, a Chave de Davi, o Emanuel, o Rei e Senhor das nações, como afirmaremos na aclamação ao Evangelho e nas antífonas das Vésperas (Oração da tarde) destes dias. Nestes dias que nos separam da celebração do Natal do Senhor, somos convidados a deixar que a ternura divina envolva nossos corações. Temos tantas motivações que nos rodeiam, às vezes até obscurecem ou colocam o verdadeiro sentido do Natal numa névoa, impedindo a luz que ilumina o nosso caminhar na fé, na esperança e na caridade. A preparação para o Natal seja, de fato, uma abertura do coração para que, acolhendo o Menino que nasceu em Belém, deixemos que Ele nasça em nossos corações, fazendo de nós homens e mulheres cheios de esperança, de alegria, de paz e de ternura. Jesus quer fazer de nós seus amigos, Jesus quer que nós sejamos discípulos alegres e cheios de otimismo, confiantes no seu amor e na salvação trazida por Ele. Jesus quer fazer de nós homens e mulheres comprometidos com o Evangelho, com a Igreja, com a criação, com o homem e a mulher.

Procuremos fazer, nestes dias, uma avaliação do ano, uma revisão de nossas atividades pastorais, das nossas atitudes, dos nossos planejamentos, das nossas ações e metas. Quando celebrarmos o Natal, acolhendo a ternura e a singeleza da criança de Belém, da criança da jovem virgem de Nazaré, sejamos inundados de luz, de alegria renovadora, pois Cristo faz sem cessar renascer, em nossos corações, a verdadeira alegria, a alegria de pertencermos à sua comunidade, comunidade acolhedora, cheia de amor e missionária.

Boa preparação para o Natal a todos. Amém.

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X