Artigos › 28/04/2016

O Sínodo dos Bispos XII

Por Pe. Paulo Henrique

Diretor de Estudos da Faculdade Dom Heitor Sales (FAHS)

IX Assembleia Geral Ordinária – com a participação de 245 padres sinodais aconteceu, de 2 a 29 de outubro de 1994, a IX Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, que tratou do tema: “A vida consagrada e a sua missão na Igreja e no mundo”. O Papa São João Paulo II, no dia 30 de dezembro de 1991 fez o anúncio de convocação dessa assembleia sinodal sobre o tema da vida consagrada, que foi interpretado, por alguns, como conclusão lógica de um caminho sobre os estados de vida na Igreja, iniciada com as duas assembleias anteriores, a de 1987 sobre os leigos e a de 1990 sobre os sacerdotes.

            Para preparar a Assembleia sinodal foi estabelecido um período de oração, que foi particularmente frutuoso, e que deu origem a um intenso trabalho que envolveu os Institutos de vida consagrada e as Sociedades de vida apostólica, além dos vários organismos da Cúria Romana. Um número elevado de bispos pertencentes a institutos religiosos, de mulheres e homens provenientes da vida consagrada foi visto como uma nota particular deste Sínodo. Em 1996, o papa São João Paulo II publicou a Exortação Apostólica Pós-sinodal Vita consecrata. Neste documento, furto dos trabalhos sinodais, o santo papa polonês afirmou: “Acedendo ao desejo manifestado pela Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, reunida para refletir sobre o tema « A vida consagrada e a sua missão na Igreja e no mundo », é meu intuito propor, nesta Exortação Apostólica, os frutos do itinerário sinodal e manifestar a todos os fiéis — Bispos, presbíteros, diáconos, pessoas consagradas e leigos —, e ainda a quantos quiserem prestar atenção, as maravilhas que o Senhor deseja realizar, hoje também, através da vida consagrada” (n. 4).

            Entre a VIII e a IX Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, foram realizadas duas Assembleias especiais: em 1991, de 28 de novembro a 14 de dezembro, Assembleia Especial para a Europa, e em 1994, de 10 de abril a 8 de maio, a Assembleia Especial para a África. Em 14 de setembro de 1995, o papa publicou a ExortaçãoApostólica Pós-sinodal Ecclesia in Africa. O inicio do documento mostra a solicitude do Pontífice pela Igreja que está na África:“A Igreja que está em África, celebrou com alegria e esperança, durante quatro semanas, a sua fé em Cristo ressuscitado, no curso de uma Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos. Permanece viva ainda a sua recordação na memória da Comunidade Eclesial inteira.Fiéis à tradição dos primeiros séculos do cristianismo em África, os Pastores deste continente, em comunhão com o Sucessor do apóstolo Pedro e os membros do Colégio Episcopal vindos doutras regiões do mundo, realizaram um Sínodo que se revelou um acontecimento de esperança e de ressurreição, no momento mesmo em que as vicissitudes humanas pareciam antes impelir a África para o desânimo e o desespero” (n. 1).

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.