Destaques › 21/02/2020

Campanha da Fraternidade 2020 vai refletir sobre a vida

A partir da quarta-feira de cinzas, a Igreja Católica realiza, no Brasil, a Campanha da Fraternidade (CF), que, neste ano, tem como tema: “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e como lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34). O objetivo é promover uma reflexão sobre o significado da vida nas dimensões: pessoal, comunitária, social e ecológica.

Em nível nacional, a CF será lançada na quarta-feira de cinzas, 26, através das emissoras de televisão de inspiração católica e, também, pela página da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no Facebook.

 

Lançamento local

 

Na Arquidiocese de Natal, a abertura da Campanha acontecerá por regiões. No Vicariato Urbano, formado pelas paróquias da capital e da grande Natal, o lançamento acontecerá dia primeiro de março, a partir das 14 horas, com uma caminhada, que sairá da Igreja Matriz de São Tiago Menor, no Conjunto Santarém, com destino ao Centro Pastoral Dom Bosco, no Gramoré. No encerramento, vai ser celebrada missa, presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha.

O Vicariato Sul, formado pelas paróquias do litoral sul, agreste, trairi e Potengi, fará o lançamento dia 29 de fevereiro, na cidade de Santa Cruz. A programação iniciará às 15 horas, na capela de Nossa Senhora das Graças, com acolhida das caravanas das paróquias que compõem o Vicariato. Em seguida, os fiéis sairão em caminhada até a Igreja Matriz de Santa Rita de Cássia, onde será celebrada missa.

Já no Vicariato Norte, a abertura da CF2020 acontecerá em dois locais. No dia 29 de fevereiro, a abertura será em São Rafael, reunindo as paróquias do 5º e do 6º Zonal, que ficam na região sertão central e salineira.  As caravanas vão se concentrar às 15 horas, na entrada da cidade de São Rafael e, de lá, sairão em caminhada até a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, onde haverá celebração da missa. No dia primeiro de março, será a vez das paróquias do mato grande e litoral norte se reuniram em Ceará-Mirim para a abertura da Campanha. A concentração será em frente ao Abrigo de Idosos São Vicente de Paula. Lá, haverá celebração do rito da unção dos enfermos para os internos do Abrigo. Na ocasião, serão entregues os materiais de limpeza e de higiene pessoal, arrecadados pelas paróquias da região, destinados ao Abrigo. Às 16 horas, os fiéis sairão em caminhada até a Igreja Matriz de Ceará-Mirim, onde será celebrada missa, presidida pelo vigário geral da Arquidiocese, Padre Paulo Henrique da Silva.

 

Origem da Campanha da Fraternidade

 

A primeira Campanha foi realizada no território da Arquidiocese de Natal, no dia 8 de abril de 1962, por iniciativa do então Administrador Apostólico, Dom Eugênio de Araújo Sales. A Campanha tinha como objetivo fazer uma coleta em favor das obras sociais e apostólicas da Arquidiocese. A comunidade de Timbó, no município de Nísia Floresta, foi o lugar onde a campanha ocorreu pela primeira vez.

O lançamento foi feito oficialmente numa entrevista de Dom Eugênio às Rádios Rural de Natal e Poty. Dizia, então, Dom Eugênio: “Não vai lhe ser pedida uma esmola, mas uma coisa que lhe custe; não se aceitará uma contribuição como favor, mas se espera uma característica do cumprimento do dever; um dever elementar do cristão. Aqui está lançada a Campanha em favor da grande coleta do dia 8 de abril, primeiro domingo da Paixão”.

A experiência foi adotada, logo em 1963, por 19 dioceses da região Nordeste, nos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas. Uma vez mais, Dom Eugênio chamou a atenção da responsabilidade dos cristãos, em relação à Campanha: “Constitui-se numa palavra clara, firme, e até mesmo enérgica, aos cristãos, recordando-lhes os seus deveres para com a comunidade”. No mesmo ano, em 1963, com a adesão das dioceses nordestinas, Dom Eugênio levantou a possibilidade de ampliar a Campanha da Fraternidade para todo território brasileiro.

Em 26 de dezembro de 1963, os bispos fizeram o lançamento do Projeto da Campanha da Fraternidade para todo o Brasil. Dessa forma, na Quaresma de 1964, foi realizada a primeira Campanha da Fraternidade em nível nacional. Desde então, até os dias atuais, a Campanha é realizada em todos os recantos do Brasil.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X