Destaques › 15/07/2021

Catedral recebe Mostra internacional sobre Beato Carlo Acutis

No próximo domingo, 18 de julho, a Paróquia da Catedral de Natal vai receber a Mostra Internacional Itinerante “Os Milagres Eucarísticos no mundo”, fruto de um trabalho feito em vida pelo Beato Carlo Acutis. A mostra conta com banners que, segundo a organização do evento,  são exatamente os mesmos que o Beato elaborou, estando apenas traduzidos para a língua portuguesa pela própria associação italiana que cuida do seu legado.

Na segunda-feira, 19, a mostra será levada para a cidade de Currais Novos, retornando à Catedral Metropolitana de Natal, na quarta-feira, permanecendo aberta para a visitação do público, das 8h às 18 horas, até o dia 25.

Também, no próximo domingo, 18, a Paróquia da Catedral receberá a visita do Padre Fábio Vieira, da Diocese de Corumbá (MS). Às 17h30, ele vai conduzir um momento de reflexão sobre a vida e santidade do Beato Carlo Acutis. Às 19h, será celebrada missa, contando com a exposição da relíquia de primeiro grau do Beato. Padre Fábio foi um dos organizadores da cerimônia de beatificação do Beato Carlo Acutis, ocorrida na cidade de Assis, na Itália, em 10 de outubro de 2020.

Quem é o Beato Carlo Acutis

Nascido em Londres, em 1991, e tendo vivido em Milão, na Itália, Carlo Acutis faleceu, em 2006, de uma leucemia fulminante. Foi declarado Venerável, em 2018. Em 6 de abril de 2019, seus restos mortais foram transladados para o Santuário do Despojamento, na cidade italiana de Assis. Foi beatificado, em 10 de outubro de 2020.

Segundo o postulador da causa de beatificação, Nicola Gori, em matéria publicada no portal Vatican News, Carlo foi sempre um jovem normal, com hábitos semelhantes aos seus pares, amava estudar, jogar futebol e estar com os outros. “Porém – ressalta Gori – descobriu um grande amigo, Jesus. E esse precioso tesouro queria compartilhá-lo com todos, tornando-se assim um apóstolo. Como? Por meio do que mais gostava: tecnologia da informação”.

O Beati Carlo Acutis já é considerado o ‘padroeiro da internet’.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X