Destaques › 04/09/2019

Dom Jaime participa de abertura regional do Ano Eucarístico

(Foto: Fernando Ribeiro)

Bispos da CNBB Nordeste 2 participaram, nesta terça-feira (3), da abertura do Ano Eucarístico da Arquidiocese de Olinda e Recife. O solenidade marcou os 80 anos da terceira edição do Congresso Eucarístico Nacional (CEN) e deu início a preparação em todo o Regional para o 18º CEN, que ocorrerá entre os dias 12 e 15 de novembro de 2020, também no Recife. O próximo congresso terá como tema “Pão em todas as mesas” e lema “Repartia o pão com alegria e não havia necessitados entre eles. At 4, 34”.

“A arquidiocese e o Regional Nordeste 2 da CNBB motivam todo o Brasil a começar a vivenciar o Congresso Eucarístico Nacional. Eucaristia é ação de graças e como diz o lema da próxima edição do congresso é preciso partilhar com alegria para que não haja necessitados. Se há necessitados é porque não estamos fazendo a nossa parte”, afirmou o arcebispo de Brasília e presidente da celebração, cardeal dom Sérgio da Rocha.

Dirigindo-se a cerca de 2.000 pessoas que lotaram o Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora de Fátima, na área central da capital pernambucana, dom Sérgio destacou que não é possível aceitar que se celebre o pão eucarístico na Igreja e não tenha na mesa das famílias o pão de cada dia. Lembrando as palavras do papa Francisco, o cardeal recordou que a Igreja deve ser missionária.

“Como Igreja de verdade de Cristo não olhamos somente para nós. Temos que ter o mesmo sentimento de Jesus, que teve compaixão daquela multidão faminta descrita no Evangelho. Não podemos achar normal as pessoas não terem o pão de cada dia. Assim como Jesus contou com seus discípulos para alimentar aquelas pessoas, ele conta conosco para que o pão seja partilhado entre, sobretudo, os mais pobres”, declarou.

Ao longo dos próximos 12 meses, a Arquidiocese de Olinda e Recife vai intensificar os trabalhos em torno da realização Congresso Eucarístico Nacional, com uma programação litúrgica arquidiocesana, bem como em nível regional, com Círculos Bíblicos Eucarísticos e celebrações da Hora Santa nas igrejas diariamente, além de as principais festas do calendário litúrgico convergirem para o tema do evento.

“O Ano Eucarístico é uma bênção especial para a Igreja porque vai possibilitar, um ano antes do congresso, motivar todas as paróquias a refletirem sobre a Eucaristia. Com certeza, depois do Congresso Eucarístico Nacional, vamos estar muito mais piedosos, muito mais conscientes do valor da Eucaristia nas nossas vidas”, disse o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido.

Indulgência

Durante a solenidade, o secretário geral do 18º Congresso Eucarístico Nacional, monsenhor José Albérico Bezerra, fez a leitura do decreto de Concessão da Bênção Apostólica com indulgência plenária. Os fieis poderão usufruir dessa graça em 2020 nas solenidades de Santo Antônio, dia 13 de junho, do Santíssimo Salvador do Mundo, titular da Sé de Olinda, no dia 6 de agosto, e na missa de encerramento do Ano Eucarístico, em 3 de setembro.

Voluntários

Na ocasião, dom Fernando divulgou a abertura das inscrições para os voluntários, disponível para os agentes ligados às paróquias e movimentos da Arquidiocese de Olinda e Recife. O processo seletivo acontece por meio do site www.cen2020.com.br e segue até o dia 12 de novembro, data do lançamento do Texto-Base do congresso.

Bispos

Concelebraram a missa de abertura do Ano Eucarístico da Arquidiocese de Olinda e Recife os seguintes epíscopos da CNBB NE 2:

Dom Paulo Jackson de Sousa, bispo da Diocese de Garanhuns e presidente da CNBB NE 2;
Dom Manoel dos Reis de Farias, bispo emérito da Diocese de Petrolina (PE);
Dom Genival Saraiva, bispo emérito da Diocese de Palmares (PE);
Dom Dulcênio Fontes de Matos, bispo da Diocese de Campina Grande (PB);
Dom Egídio Bisol, bispo da Diocese de Afogados da Ingazeira (PE);
Dom Jaime Vieira da Rocha, arcebispo da Arquidiocese de Natal;
Dom Matias Patrício de Macêdo, arcebispo emérito da Arquidiocese de Natal;
Dom Limacêdo Antonio da Silva, bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife;
Dom Bernardino Marchió, administrador apostólico da Diocese de Caruaru (PE);
Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz, arcebispo da Arquidiocese da Paraíba;
Dom Magnus Henrique Lopes, bispo da Diocese de Salgueiro (PE);
Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena, bispo da Diocese de Nazaré (PE);
Dom José Gonzáles Alonso, bispo emérito da Diocese de Cajazeiras (PB);

Além dos bispos da CNBB NE 2 também concelebraram a missa o bispo emérito da Diocese do Crato (CE), dom Fernando Panico, e o abade do Mosteiro de São Bento, em Olinda (PE), dom Luiz Pedro Soares.

FONTE: http://cnbbne2.org.br

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X