Notícias › 09/06/2020

Homenagem à memória de Semião Paulino

“Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele continua só um grão de trigo; mas se morre, então produz muito fruto. (…). Se alguém me quer servir, siga-me, e onde eu estou estará também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará” Jo 12,24-26).

Meus Caros Irmãos e Irmãs, ontem no começo da noite, recebi a notícia do falecimento de SEMIÃO PAULINO, um profeta pelo seu testemunho de vida, de dignidade humana, de fé e de militância na vida da Igreja desde a Ação Católica até os tempos atuais, através da presença eloquente e edificante nos diversos movimentos e pastorais sociais para os nossos dias, sobretudo na ACR, no Movimento Fé & Política, no Seminário Profetas na Base, na Romaria da Terra e das Águas e, de um modo muito peculiar, na atuação em sua comunidade , em Massaranduba(Ceará Mirim), onde também se fazia presente assiduamente, sobretudo no terço dos homens.

Semião destacou-se ainda como jovem militante da Ação Católica, a partir dos anos 60-70, quando chegava entre nós, motivado pelo então Arcebispo de Olinda e Recife, o Pe. Servat, que constituiu a Animação dos Cristãos do Meio Rural-ACR e que aqui encontrou eco sobretudo nas ações do então Pe Expedito e do Pe. Lucena como base para a formação daqueles que se tornaram também militantes do jovem Movimento Sindical Rural. Mais tarde, motivado por outro jovem, José dos Santos, ele integra a ACR e passa a ser dela um exímio agente pastoral e que a ela se dedicou até os últimos dias de sua vida.

Semião nos deixa um legado nos movimentos não só eclesiais, mas também sociais, tendo contribuído para a organização dos trabalhadores e trabalhadoras em vários deles.

Em 2018 tivemos a alegria de prestar-lhes uma simples e bonita homenagem, por ocasião do 23º Seminário Profetas na Base, na Reserva Agroecológica Ponta do Tubarão, em Macau-RN, lançando sua biografia, através da publicação do livro “Lições de Fé e Política – Aprendizagens de Cidadania”, publicado pela EDUFRN, tendo como organizadores a Professora Dra. Josineide Silveira de Oliveira e o então pós graduando, Luan Gomes dos Santos.

Homem de Deus, de uma inteligência ímpar, apesar de esclarecer que “nunca frequentei um banco escolar”, sempre revelou uma sabedoria própria que vem daquelas pessoas simples “cheias dos dons do Alto” que muitas vezes, “confundem sábios e doutos”.

Queremos neste momento de pesar, nos solidarizar aos seus familiares, parentes e amigos e com todos aqueles e aquelas que fazem a ACR e agora se despedem do amigo profeta. Como o velho Semeão do AT que vê diante de si o despontar da aurora pela presença do Amor infinito de Deus, encarnado em Jesus, o menino de Nazara, ele agora deve estar exclamando: ” Agora, Senhor, podes despedir em paz o teu servo, porque os meus olhos já viram a tua salvação” (Lc 2,30). Temos a certeza que Aquele a quem ele serviu por toda a sua vida, agora o Seu Pai o honra em sua glória pelos imensos benefícios que ele prestou na busca da justiça e da dignidade de tantos pequeninos do Reino.

Que agora ele possa ser acolhido no Reino da Justiça e da Paz! “Vinde,

benditos de meu Pai! Recebei em herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! (Mt 25, 34).

Semião, descanse em paz!

+Dom Jaime Vieira Rocha
Arcebispo Metropolitano

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X