Destaques › 21/05/2020

Igreja celebra cinco anos da Encíclica Laudato Si

A Encíclica é uma carta enviada pelo Papa a todos os bispos da Igreja Católica no mundo sobre um determinado assunto que deseja a atenção. A Laudato Si’, Louvado Seja, a primeira produzida integralmente pelo Papa Francisco e que neste mês de maio completa cinco anos de publicação, mostra a preocupação do pontífice com o meio ambiente. O título foi inspirado no “Cântico das Criaturas”, de São Francisco de Assis, conhecido mundialmente pelo amor aos animais e a natureza.

No texto, Francisco faz um diagnóstico dos males do planeta: poluição, mudanças climáticas, desaparecimento da biodiversidade. Na Encíclica, o pontífice pede ainda investimento na formação para uma ecologia integral e reitera que o cuidado começa nos pequenos gestos, como por exemplo, nos atos de não desperdiçar água e alimento. Em vídeo gravado sobre os cinco anos da Carta Encíclica, dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), ressaltou que o documento é uma profética convocação para que a humanidade siga na direção de uma “ecologia integral”.

“Isso significa compreender a interdependência existente entre todos os seres vivos do planeta, é dever cristão buscar novos hábitos e modelos econômicos capazes de conciliar o consumo e o progresso com a preservação dos recursos naturais. A preservação da vida exige que todos sigam juntos na busca pela ecologia integral”, afirmou dom Walmor.

A Laudato Si é dividida em seis capítulos, seguidos de duas orações escritas pelo próprio Papa (uma delas intitulada Oração pela Nossa Terra). No primeiro capítulo, o Papa faz um apanhado geral sobre “o que está acontecendo com a nossa casa”, resumindo as aflições ambientais do mundo amparado na ciência.

No segundo, “O Evangelho da Criação”, ele traça uma argumentação teológica sobre as ligações entre ser humano e natureza. No terceiro, aborda as raízes humanas da crise ecológica; no quarto, discorre sobre sua “Ecologia Integral”. No quinto, apresenta seu chamado à ação, inclusive política, no âmbito internacional, mas também no dos governos locais. No sexto, trata de educação, cultura e “espiritualidade ecológica”.

Celebrações

O Papa Francisco convidou os fiéis a celebrarem a Semana Laudato Si’, de 16 a 24 de maio de 2020, para marcar os cinco anos da publicação da Encíclica. No Brasil e no mundo, diversas iniciativas estão sendo preparadas para o momento de celebração do documento que convida a refletir sobre o futuro do planeta.

Entre os dias 16 e 25 de maio, a Comissão Episcopal Pastoral Especial para Ecologia Integral e Mineração da CNBB promove a ‘Semana Laudato Si’, 5 anos: Ecologia Integral e Mineração’Será possível acompanhar as ações pela página da CNBB no Facebook e YouTube/cnbbnacional. Durante esses dias, a comissão vai realizar debates temáticos diários sobre a encíclica com representantes da comissão, professores e pesquisadores, membros do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC), Conselho Indigenista Missionário (CIMI), Comissão Pastoral da Terra (CPT) e da Comissão Pastoral da Pesca (CPP). Saiba mais (aqui)!

A Comissão Episcopal Especial para a Amazônia da CNBB e a Rede Eclesial Pan-Amazônica/REPAM-Brasil estão organizando uma programação para ajudar as comunidades a viverem esse momento. Roteiros celebrativos e de reflexão, materiais para as redes sociais e podcasts com temas da encíclica estão sendo preparados e serão disponibilizados no site e mídias da REPAM-Brasil. Confira (aqui)!

Atendendo ao convite do Papa Francisco para participar da Semana Laudato Si’, a Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB apresenta nas redes sociais testemunhos e reflexões para quem quiser conhecer melhor e vivenciar o cuidado com a Casa Comum. Saiba mais (aqui)!

FONTE: www.cnbb.org.br

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X