Destaques, Notícias gerais › 16/09/2015

Instituições civis se capacitam para gestão de projetos do RN Sustentável

Oficina realizada na última segunda-feira (14) - (Foto: José Bezerra)

Oficina realizada na última segunda-feira (14) – (Foto: José Bezerra)

O Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários (SEAPAC) iniciou na última segunda-feira, 14 de setembro, a etapa de oficinas de capacitação de representantes de instituições da sociedade civil que conquistaram editais do projeto RN Sustentável, nos campos de atividades socioambientais, de fortalecimento da economia solidária e gestão social. “Serão 40 turmas, com 25 beneficiários cada. Faremos 10 oficinas com cada turma”, explica o agrônomo Fabrício Edino, do SEAPAC, um dos coordenadores do trabalho.
Ao todo, o SEAPAC vai trabalhar na capacitação de 270 instituições da sociedade civil do Rio Grande do Norte que conquistaram editais, no final de 2014, nas áreas de gestão socioambiental (edital 1); fortalecimento da economia solidária (edital 2) e gestão social (edital 3); “Já fizemos todo o processo de mobilização junto a mais de 170 organizações e elas já selecionaram as pessoas que vão participar das oficinas. Participar dessas atividades, capacitar-se e se qualificar para a execução dos subprojetos do RN Sustentável é uma contrapartida das associações”, informou Fabrício.
Os gestores, apoiadores e coordenadores das atividades estiveram reunidos no dia 9 de setembro, em Natal, para uma oficina de nivelamento de conhecimentos, definição de funções e elaboração do material didático para as oficinas de capacitação com as instituições. “Nós construímos todo o material que vai ser trabalhado com os representantes das instituições beneficiárias dos subprojetos, nas oficinas. Esperamos, no final das oficinas, que estes homens e mulheres, incluindo jovens, estejam sensibilizados, trabalhando a gestão desses projetos em suas comunidades,” disse o Agrônomo do Seapac.

Territórios
As atividades de gestão de empreendimentos, gestão social e gestão ambiental serão realizadas nos territórios Alto Oeste, Sertão Central, Terras Potiguaras, Trairi e Mato Grande. Ao todo, serão contemplados 9 municípios no Território Alto Oeste, 5 no território Mato Grande, 4 no Trairi, dois no Sertão Central e um no Terras Potiguaras, totalizando 21 municípios.
No Alto Oeste, estão os municípios de Antônio Martins, Almino Afonso, Venha Ver, Major Sales, Pau dos Ferros, São Miguel Alexandria, Doutor Severiano e Marcelino Vieira. De Mato Grande estão os municípios Pureza, João Câmara, Touros, São Miguel do Gostoso e Ceará-Mirim. Do Território do Trairi estão Campo Redondo, Santa Cruz, Tangará e Passa e Fica. Do Território Sertão Central, estão Pedro Avelino e Lajes, e do Terras Potiguaras, apenas Extremoz.

Capacitações

O cronograma das capacitações começou nesta segunda-feira, 14 de setembro, envolvendo as instituições que conquistaram editais em gestão de empreendimentos e gestão social. No município de Pedro Avelino, no território Sertão Central, ocorreu a capacitação em gestão ambiental. Em Campo Redondo, foi de Gestão social.
Amanhã, dia 15, a capacitação em gestão de empreendimento será para instituições dos municípios de Antônio Martins e Almino Afonso, no território Alto Oeste, e de Pureza, no território de Mato Grande, além de gestão social, em Santa Cruz, no território do Trairi. As capacitações em gestão de empreendimento, ambiental e social prosseguirão durante todos os dias úteis deste mês, entrando pelos meses de outubro e novembro.
No território Seridó, as atividades são de Assistência Técnica e Extensão Rural, envolvendo instituições de 13 municípios: Equador, Caicó, Serra Negra do Norte, Lagoa Nova, Ouro Branco, Tenente Laurentino Cruz, Currais Novos, São Fernando, Parelhas, São João do Sabugi, Bodó, Ipueira e Santana do Matos.
As atividades de mobilização das instituições foram feitas em agosto. No final de agosto também foram feitas as primeiras oficinas de elaboração de diagnóstico, prosseguindo em setembro, com a elaboração de planos de investimentos. A previsão é concluir o cronograma na primeira semana de outubro, com a verificação dos planos de investimento.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X