Um novo estilo: o testemunho

Por Pe. Matias Soares, do clero da Arquidiocese de Natal, residindo em Roma

Hoje, fazendo a visita ao seminário São Carlos Borromeu, de Münster, na Alemanha, tivemos um intercâmbio de estilos formativos com a equipe diretiva da casa. Mais uma experiência rica de ampliação de visão de mundo.

Num momento determinado, um sacerdote colombiano perguntou como estava a credibilidade do Clero na Alemanha. Com muita clareza o reitor do seminário respondeu: Depois dos escândalos de pedofilia e outros na administração das economias, houve uma queda muita grande da credibilidade dos padres, e acrescentou um pastor luterano que nos acompanha: Nas Igrejas evangélicas também.

Essa breve narrativa é para portar uma reflexão imediata: Nós, ministros ordenados, nessa época secularizada e pós-cristã, temos que estar atentos a testemunhar a Verdade que anunciamos. Não podemos nos iludir em camuflar a identidade cristã e eclesial com aparências de verdade. A autoridade é conquistada, não mais imposta. Fantasias, auto-afirmação pelo que parecemos ser. É urgente o testemunho de vida, como foi determinante na revitalização da Igreja em todos os tempos e, ainda mais, nos seus momentos de crise. É a busca pela santidade na vivência das ações diárias e permanentes do Evangelho, tendo em vista o nosso estado de vida.

Por fim, uma atenção a estes fenômenos da nossa época e uma profunda reflexão sobre o que estamos fazendo e como vivemos o ministério devem ser considerados. Assim o seja!

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X